Muitos apoios, visitas e reuniões. Assim está pautada a campanha do candidato a deputado estadual, Rodrigo da Zaeli (PSDB), que além da agenda de campanha, cumpre seus trabalhos como legislador da cidade. Favorável ao corpo a corpo, Zaeli não tem medido esforços para levar suas propostas ao eleitor, defendendo o voto consciente e reforçando que a venda do voto é sinal de um mandato corrompido, visto que o salário do parlamentar não custeia uma campanha com gastos acima do estipulado em lei.

“É preciso tirar o balcão entre o eleitor e o candidato, o voto é uma arma e ela deve ser usada de forma correta e não como moeda de troca. É preciso mudar esta prática para que possamos acabar com os índices de corrupção no poder público. O candidato tem que oferecer propostas, tem que fazer o que fala e falar o que faz”, defende Zaeli.

Outro ponto defendido por Zaeli é com relação a eleger candidatos que sejam da região Sul, visto que esta sem representatividade na Assembleia Legislativa. “Temos condições de eleger candidatos que de fato nos representem na Assembleia [Legislativa], basta unirmos força. Santo de casa é que faz milagre”, explica.

Zaeli não se licenciou da Câmara de Rondonópolis, onde exerce a função de presidente na Casa de Leis, por este motivo alterna a agenda de campanha aos compromissos de gabinete. Também vem participando dos trabalhos da casa, como a Ordem do Dia e Sessão Ordinária, além de reunião para discussões de melhorias para a cidade de Rondonópolis.